quinta-feira, 3 de setembro de 2015

A eterna questão (?)


São 23 horas. Estás sentado em frente ao computador com o separador do Youtube aberto e o do Facebook em segundo plano - a tua vida não foge muito a isto. Enquanto estás a ver um vídeo do The Tonight Show Starring Jimmy Fallon e a transformar o teu teclado num aterro de migalhas de bolachas Oreo, reparas que recebeste duas notificações. Vais ver e descobres que uma delas é do chat. Claro que não vais abrir já. Fazes como já é teu apanágio: esperas aqueles segundinhos, aqueles que todos conhecemos, que basicamente transmitem a ideia que a tua vida nem é assim tão desinteressante e tens mais coisas importantes para fazer. Depois de responderes “Está muito giro o vídeo dos Malucos do Riso, tia” clicas no ícone das notificações. E é aí que se levanta a questão que te pôs imediatamente em alvoroço. A notificação era um like numa foto tua. Um like da Joana, uma moça que tem um rabo tão grande que para lhe tirar fotografia só é possível com panorâmica. "Joana gosta da tua foto" - avisou o Facebook, que para dizer só isto é gajo que não gosta de se meter em confusões. Não diz mais nada. Não diz se ela simplesmente fez like porque gostou da foto ou se te quer papar à força toda. É provável que não mas não diz, não diz se ela simplesmente gostou da foto ou se fazer um ménage contigo e com a irmã mais velha até é uma possibilidade. Será?
Pois, se calhar não, até porque a tua tia que gosta de Malucos do Riso também fez.

1 comentário:

  1. Boa ideia :) as notificações do Facebook deveriam ser mais explícitas... "X gosta da tua foto de forma mal intencionada"; "Y gosta da tua publicação porque tem pena que não tenhas nenhum like desde há três horas. E por aí fora. O Mundo ia ser um lugar melhor ;)

    ResponderEliminar