segunda-feira, 6 de julho de 2015

O típico discurso de fim de curso




E aquela malta super irritante que acaba o curso no tempo previsto e vem fazer um discurso para o Facebook? 

Sacanas. Não por virem esfregar a sua felicidade nas redes sociais, mas sim por demorarem o tempo suposto a acabar o curso e assim, de forma injusta, roubarem os empregos aos infelizes que demoram mais um ano ou quatro.

"Finalmente Licenciada!"

São normalmente estas as palavras que iniciam este tipo de discurso, que garantem likes e que afastam logo a possibilidade de estarmos na presença de um texto escrito por aquele nosso amigo que passa as tardes no bar da faculdade a transformar a sua conta de Instagram numa publicidade à Somersby.

Agradecimentos

Depois vem a parte dos agradecimentos. É um clássico.
Começa pelos pais, que foram importantíssimos neste trajecto, provavelmente por terem pago as propinas, e depois os amigos. Aos amigos porquê? "Por terem estado sempre 'lá' ". Lá. Onde? Em Santa Maria da Feira? Não sabemos.

Recordações e novos objectivos

A última parte do discurso e sem dúvida a mais emotiva, onde se recordam vários momentos passados nas salas de aula, na biblioteca da faculdade e no bar do Fred. Escreve algo como "Isto não é o fim de nada, é o início de algo novo" de fazer roer de inveja o Gustavo Santos. Depois acrescenta "Foi maravilhoso, se me dissessem que há 4 anos atrás que ia estar aqui eu não adivinhava." Pois, tu e quase toda gente que existe e que não esteja na prisão.

Sem comentários:

Enviar um comentário