sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Lei da cópia privada.

E se existisse uma lei que obrigasse uma pessoa a pagar uma taxa por uma coisa que não fez mas que pode fazer, visto que a possibilidade de a fazer existe? Estranho? Pois. Ao que parece o governo aprovou a lei da cópia privada. Basicamente o que diz esta lei, é que será aplicada uma taxa a todos aqueles que compram algum equipamento tecnológico ou uma obra, para colmatar a hipótese de poderem vir a copiar isso mais tarde, isto para compensar os autores. Ou seja, da próxima vez que uma senhora de 54 anos for comprar um CD do Tony Carreira vai ter que pagar uma taxa para cobrir a possibilidade que existe de o copiar para dar à vizinha do 1º Esquerdo. Está bem que a senhora de 54 anos não sabe mexer em computadores, mas isso é um pormenor.

Se é para criar leis giras e parvas, eu posso dar algumas sugestões:
  • Uma lei que obriga todos os jovens a pagarem uma multa por excesso de velocidade. Mesmo aqueles que ainda não tiraram a carta de condução.
  • Uma lei que proíbe a entrada de jovens de cor negra no centro comercial Vasco da Gama. Mesmo aqueles que não estiveram nos confrontos.
  • Uma lei que obriga todos aqueles que entram numa loja a pagarem uma taxa. Mesmo aqueles que não compram nada e a senhora das limpezas que começou o seu turno.
  • Uma lei que obriga todos aqueles que compram um computador a comprarem também umas toalhitas Dodot. Mesmo aqueles que não o vão usar para ver pornografia.
  • Uma lei que dita prisão a todos aqueles que compram um cinto. Mesmo aqueles que não o vão usar para castigar o cônjuge. 

2 comentários: