segunda-feira, 12 de maio de 2014

Uma pita que foi à Queima.

Uma pita abordou-me na rua para me mostrar um vídeo muito engraçado - dizia ela - de um cão que ao ladrar parecia que estava a dizer "fuck you". Deve-se ter enganado e em vez disso seleccionou um com o nome "melhores momentos da Queima". Fingi que estava a ver a incrível proeza do animal e aproveitei para ver o que é ser uma pita na queima.
E, resumidamente, ser uma pita na Queima é:

  • Ter o objectivo de virar mais gajos do que no ano anterior, em que a fasquia ficou nos três;
  • Conseguir beber pelo menos quatro shots de borla sem precisar de mostrar a tatuagem;
  • Estar tão bêbeda e não perceber que o que um gajo lhe estava a dizer, durante a noite, não era a frase que ela publica todos os dias no Facebook "melhor que amar é ser amado", mas sim "melhor que amar é ser mamado";
  • Descobrir que os Xutos e Pontapés que o pessoal falava não tem nada a ver com a SPDE;
  • Identificar-se bué, como ela diz, com os nomes das Barracas e com as músicas do Quim Barreiros;
  • Ter boleia dos pais sempre que quiser, o que só por si, mostra que eles são excelentes no papel de educadores.

Há pitas tão pitas que nem sequer são metade da mulher que é a Conchita Wurst.

6 comentários:

  1. Quando fores pai, a gente conversa...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se um dia for pai vou continuar a achar, e deverás concordar comigo, que providenciar sempre boleia aos filhos não é a melhor solução; às vezes a melhor é nem os deixar sair de casa. Principalmente se forem muito novos.

      Eliminar
    2. sinceramente, acho que é mesmo esse o problema, não os deixar sair de casa e depois ficam assim. desde os 9 anos que saio sem se quer ter horário para entrar e aos 6 apanhava 2 autocarros para chegar a escola. and look at me! i m fine!

      Eliminar
    3. Sim percebo o que queres dizer, mas com 9 anos? Acho um exagero. Com 9 anos e sozinho na noite é mesmo a pedir para ser roubado. Está bem que também podes ser roubado com 20 mas é diferente, a probabilidade de te safares é maior. Acho que não há grandes vantagens em sair tão novo, até porque com essa idade, falo por mim, não tinha nada que quisesse fazer fora de casa.

      Eliminar
    4. como é que não tinhas? agora é que não with videogames and stuff! graphics look more real than real life!

      Eliminar
    5. Tinha tv e jogos sem ser de pc (de tabuleiro p.ex), acho que nessa idade também já tinha uma playstation, action figures, jogar à bola com os primos, andar bicicleta e fazer cabanas com tábuas de madeira (ficava mais giro se em vez disso fossem casas nas árvores, e até eram mas sem a parte da árvore). Pelo que eu me lembro era muito isto, por volta dos meus 10 anos. Não tinha necessidade de sair muito de casa.

      Eliminar