sexta-feira, 25 de maio de 2012

Portugal, Eurovisão, Zeus e o Império Húngaro (da Pornografia)

Ontem na minha hora de jantar não pude ver o meu segmento noticioso favorito porque estava a dar o Festival da Eurovisão no canal do Relvas. O que é que aconteceu à Europa? As músicas já não têm nada a ver com os países, é tudo tão ridículo, maus intérpretes, falta de cultura e uma montra de artistas saídos de filmes pornográficos com sons dignos do Blue Oyster da Academia de Polícia.

Não admira que mesmo depois de sermos imensamente mais cultos que os americanos eles ainda pensem que são melhores que nós, basta ver a porcaria do festival.

A Europa devia fazer um festival da Eurovisão para aquilo que tem de melhor, um festival de pornografia, ia ganhar sempre a Hungria, a República Checa ou a Suécia mas não tinha mal nenhum porque ao menos estavam a fazer o que têm jeito, agora cantar? Claro que os gemidos não são muito diferentes das películas eróticas e de olhos fechados um gajo até imagina as cenas sozinho mas não é a mesma coisa, assim não dá. Está no teu sangue Europa, tu só existes porque um deus disfarçado de Touro sacou uma moça da Ásia e veio para aqui, bestialidade ao seu maior nível e tu ainda és púdica!? Metes-me nojo Europa!

Outra merda estúpida são as letras das músicas portuguesas, os únicos que se safaram nos últimos anos foram mesmo os "Homens da Luta", reparem na letra da música deste ano:


"Sigo as ruas da cidade, velha, escura, imperfeita
Cheira a beijos de saudade, numa praça que se enfeita
Há uma criança que corre, uma vizinha que espreita
E em mim só segue o desejo de chegar p’ra te abraçar"

A sério? Que cidade é que é assim?
Devia ser assim:

"Sigo as ruas da cidade, velha escura, desfeita
Cheira a mijo de drogado, numa esquina onde se injecta
Há uma criança que corre, um pedófilo que espreita
E a mim só segue o gajo que me está a tentar roubar"

E julgo que não preciso de dizer mais nada.

5 comentários:

  1. A capacidade que tu tens para alterar as músicas é de louvar ahahah. Agora faz lá um pequeno video onde cantas essa parte como se fosses o Vasco Palmeirim.
    Conseguiste também superar a minha mente pornográfica. Não fazia a mínima ideia que era na Suécia, Hungria e República Checa que se faziam as melhores películas. Já sei no que é que tu perdes tempo ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sabia porque leio imenso XD A indústria pornográfica é muito forte nesse tipo de países, a vida nocturna é semelhante a Amesterdão, música electrónica, Absinto, Ecstasy e prostituição, daí claro surge a indústria do sexo e a pornografia. Eu curto á brava o Vasquinho by the way xD

      Eliminar
  2. Para o ano concorres com as tuas letras reais e perturbadoras ;)

    ResponderEliminar
  3. mas a verdadeira alma de cada cidade portuguesa é cada borrachão que tomba em cada rua.

    ResponderEliminar
  4. És um homem muito culto então ;D
    Sim, o Vasco é brutal! E também gosto bastante da Mixórdia de Temáticas com o Ricardo - que também é altamente *.*

    ResponderEliminar