sexta-feira, 11 de maio de 2012

Ó Maria chama o Gregório.

Nada diverte mais do que malta a vomitar bêbeda, é mesmo o rock bottom, dá-me mesmo vontade de rir.

Um dos episódios mais engraçados que me lembro foi com um grande amigo meu que podre de bêbedo disse que precisava de vomitar, eu esperando um resultado cómico entreguei-lhe o meu copo e disse-lhe para vomitar para lá, obviamente a tentativa saiu falhada e ele vomitou no próprio braço, nunca mais me esqueci daquele momento.

Nada é mais divertido que os outros nas suas figuras deprimentes, nada mesmo até porque quando somos nós eles riem-se e recordam-se daquelas vezes em que nós apagamos e começamos a mandar vir com o nosso amigo oriundo de França porque o povo dele mandou a baixo uma ponte feita de barcas na nossa Invicta Cidade.

Lembrei-me disto porquê? Essencialmente porque me sinto tentado a quebrar o meu absentismo no que toca a copos esta noite.

PS: É mais fácil sermos auto-destrutivos quando nos sentimos miseráveis, é que à medida que me vou sentindo mais feliz começa-me a saber bem estar sóbrio e tudo por culpa de uma rapariga que me deixa mais bêbedo do que qualquer barril de cerveja no planeta.

8 comentários:

  1. Ui, esse ps foi forte JP.
    Hás-de-me explicar como é que uma miúda te deixa bêbedo.
    Não quebres essa abstinência, até quero ver até quando é que vai durar.
    Joana Carvalho

    ResponderEliminar
  2. Uuuuh umda miuda? Vindo de ti é preciso muito ^^

    ResponderEliminar