terça-feira, 29 de maio de 2012

João o que dizem os teus olhos?

O meu nome é João Santos, João para os amigos, Irina para os amigos especiais.
Eu vou falar um bocado de mim para que me conheçam. Eu moro com o meu pai, a minha mãe abandonou-nos quando eu era miúdo, trocou-nos por um gajo chamado... Cancro.

Eu cresci com os meus avós, fazia umas trafulhices, ainda me lembro, eu a atirar balões de água ao meu avô e ele nem me ligava nenhuma… estava morto.
O meu avô sempre gostou de defender causar humanitárias, uma vez ele participou numa corrida contra o Cancro da Próstata, ainda me lembro a carinha triste dele quando o Cancro ganhou, partiu-me o coração
A minha avó por outro lado é uma mulher mais recatada, uma fascista que tem um superpoder magnífico, ela é tipo um Dementor, suga a felicidade toda e anda a prometer que morre há muitos anos mas também tem essa problema, é uma mentirosa compulsiva.
Eu sou filho único, é difícil ser filho único, todas as esperanças são depositadas em nós, a minha avó às vezes diz-me “João nunca devias ter nascido”,  o meu pai às vezes diz-me ”a tua avó devia-me ter dado dinheiro para preservativos no dia em que eu e a tua mãe te consumamos” e a minha mãe diz "Eterna Saudade de Marido, Filho, Irmãos, Sogros e Restante Família".

Eu tive a minha primeira namorada quando andava no 9º ano, eu era muito gordo e ninguém gostava de mim (agora não gostam na mesma mas já não sou gordo), ela chamava-se Joaquim mas eu tratava-a por Padre.
Não sou religioso desde então, custou-me que a minha primeira namorada me tivesse abandonado por um homem mais novo.

E foi isto, agora já me conhecem melhor.

19 comentários:

  1. Quer-se dizer.. primeiro puxas ao sentimento aqui a um gajo, e depois arrematas com esse final.
    Não existes.
    És porreiro pá.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tu também és porreiro, és o meu camarada mais antigo da blogosfera.

      Eliminar
  2. Nem sei se é para rir ou para chorar!
    Mas na dúvida... vou rir à custa do final. :)

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  4. Sim, quem sabe ahaha.
    Mas já agora, lamento mesmo a perda da tua mãe. Acredito que ela te tenha feito muito falta. E lá no fundo, de certeza, que te continua a fazer.

    beijinhos**

    ResponderEliminar
  5. Eu já estou como a Lucy.... Pra rir ou pra chorar? É que contigo, nunca se sabe xD

    ResponderEliminar
  6. Lucy - Ri-te xD

    Queen C- Faz sempre.

    Lia - Ri-te também xD

    ResponderEliminar
  7. Eu aqui já a ficar com a lagrimita no canto do olho e tu acabas com essa piada...
    Se eu fosse a ti agora vestia uns calções de ganga curtinhos e um top justinho e ia passear-me em frente ao padre joaquim, só para ele ver o que perdeu XD

    ResponderEliminar
  8. Tu não dissest isto...o que fumast?

    ResponderEliminar
  9. Caracois - Quase que tudo aqui é verdade xD Eu não posso andar assim na rua porque sou demasiado sexy.

    Angie - Só tabaco, juro.

    ResponderEliminar
  10. Alguém, por favor, ponha uma cunha com o Daniel Oliveira e entreviste-me este rapaz! :)
    João, o teu humor não é negro, pretinho, mulato ou arraçado. É sim a mais pura definição de breu...e eu gosto! :)
    A vida é tramada, mas olha que tu sabes dar-lhe a volta!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Anita :) É preciso saber rir de tudo.

      Eliminar
  11. Vim aqui parar por acaso :) algum tempo que não lia o teu blog, e hoje decidi dar uma vista de olhos (o estágio anda a "comer-me" o tempo todo que me resta)
    tenho a dizer-te que, apesar de te mostrares com este texto uma pessoa o tanto ao quanto intocável, tenho a certeza que sejas das pessoas mais sensíveis que possam existir mesmo nao o demonstrando. muita força, como se costuma dizer "o que não te mata, torna-te mais forte". nunca te arrependas de ter nascido, e desfruta a vida o máximo que conseguires, ninguém viverá por ti ;)
    P.S.: adoro a tua ironia LOL

    SG

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Depois de leres uma cena destas ainda me chamas sensível, eu esperava filho da puta ou algo parecido, agradeço tudo o que quiseste e sabes bem que adoro o teu blog, escreves de um modo inteligente mas suave.

      Eliminar
  12. até mesmo os filhos da puta têm sentimentos, se calhar és um desses LOL!

    ResponderEliminar
  13. Fodasse meu isto está brutal... Os teus post estão a ficar cada vez melhores. Estás a ficar demasiado bom, tens que controlar isso xD

    ResponderEliminar