sábado, 14 de abril de 2012

Algo deve estar errado... O mais vil mal do mundo!

E estou de volta após longos meses a lidar com o meu maior vício. É verdade, eu tenho um dos piores e mais execráveis vícios à face da terra que é......... fumar.
Eu admito, eu sou fumador, fumo da pesada (tabaco) e apesar de toda a gente me olhar de lado e de me insultar baixinho eu superei e agora fumo por protesto, em defesa dos fumadores, esses tristes moribundos com os quais estou solidário e aliás partilho da dor deles, cigarro atrás de cigarro.


O mundo ainda não entendeu o perigo que é fumar, algo mil vezes pior que o alcoolismo. Quantas pessoas é que morreram em acidentes de viação por terem fumado um cigarro? Quantas outras tantas foram vítimas de maus-tratos por fumadores? Quantos bons homens é que se tornaram violentos por darem uma passa? 

Casos como o de Paco Bandeira, um bom homem, um doce cancioneiro alentejano que apenas com uma pequena porção do já chamado "peido do diabo" deu uma carga de porrada à mulher ou de Angélico Vieira a promissora estrela POP portuguesa que perdeu o controlo do carro não por causa da velocidade excessiva a que ia mas por causa da passa que deu quando tinha 14 anos, sujam o panorama nacional em relação a este pau fatal. O governo português já se mostrou totalmente contra este vício que apesar de ser uma clara fonte de rendimento para o estado é uma clara fonte de rendimento mortal.

É preciso acabar com o fumo neste país.
Vou só fazer uma pequena lista dos males do tabaco:


- Provoca vontade de fumar;
- Provoca ansiedade;
- Provoca vontade de fumar;
- Provocou acidentes na estrada;
- Provocou violência doméstica;
- Provocou mortes na Síria;
- Faz com que os seus filhos sejam molestados;
- Faz com que se masturbe com o Manuel Luís Goucha;
- Faz com que os seus padres sejam molestadores;
- Provoca vontade de fumar;
- Fez com que as torres gémeas caíssem;
- Faz com que os seus filhos molestados sejam padres molestadores;
- Fez com que o preço da gasolina subisse;
- Fez com que um saca-rolhas parecesse o instrumento correcto para brincar com os genitais de um velho;
- Provocou crises económicas internacionais.

Fumar é a pior coisa do mundo,  não fumem ou eu tenho de fumar também (sendo eu o mártir dos não-fumadores).

Basta repararem que numa bebida alcoólica não há nenhum autocolante a referir os perigos do álcool, é por alguma razão e não porque não interessa limitar a sua venda devido aos impostos recolhidos. Não há nada, mas nada, mais importante no mundo do que fazer a vida negra a todos os fumadores, esses sodomitas sem lei.

9 comentários:

  1. partilho a tua dor meu caro. torna-te mártir que pouco depois viras santo

    ResponderEliminar
  2. Com tanta merda no país e só descascam nos fumadores, já é ridículo, esta cena de não poder fumar num espaço nosso com a presença de crianças é incrível, não se trata de questão de ser errado, trata-se de intromissão na vida privada.

    ResponderEliminar
  3. quando estiveres numa zona de fumadores e chegarem ao pé de ti para pararem de fumar pq o fumo lhes incomoda.. xii, fala cmg xD mas tens razão tens razão

    ResponderEliminar
  4. Há-de chegar o dia em que nos vão bater à porta de casa, com um mandato qualquer na mão, para procurarem cinzeiros ou beatas no lixo.

    ResponderEliminar
  5. Ana com dois N's - Eu evito fumar para cima de quem quer que seja, trata-se de civismo, não compreendo é a discriminação perante os fumadores, nos últimos 10 anos fumar passou a ser pior que ser drogado.

    Ana só com um N - Eles querem que compremos tabaco mas não querem que fumemos. Podemos coleccionar por exemplo.

    ResponderEliminar
  6. João Pedro, meu caro, não estás sózinho nisso do mártir.
    Contas com o meu apoio nisso de andar a fumar. Sou uma moça de vícios, o que querem que faça? :)
    E se nos apanharem a beber umas jolas ou outra bebida alcoolica qualquer enquanto fumamos? O álcool serve de atenuante ou somos apedrejados em praça pública? :)
    Ah, e sejas bem aparecido que já cá faltavam os teus posts :) :) :)

    ResponderEliminar
  7. Anita - Quando eu comecei a fumar andava na preparatória e tudo se espantava por eu tirar boas notas e fumar, entendes a ligação? Ao fim deste tempo todo eu já pensava que não ia ser alvo de preconceito mas a sociedade vira-se toda contra nós diabos. Fumar faz mal à minha saúde e à dos outros, por isso é que me afasto dos outros, o álcool já não, eu posso perder a noção de tudo o que faço mas só estou bêbedo e já não tem mal.
    Obrigado por teres sentido a minha falta e desta vez o blog está mesmo de volta porque tenho tempo e indignação que chegue para décadas :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então imagina eu, a quem a gravidez não foi suficiente para deixar de fumar...já não me bastava o peso na consciência que sentia por fazê-lo ainda fui xingada por uma velha na rua por ter um cigarro na mão. Os olhares de reprovação, crítica e afins nem vou contar!!!
      Fico contente por teres indignação para dar e escrever :) significa que vou ter muito com que me rir. Agora é só tentar não te ler no escritório para não fazer figura de parva a rir-me sozinha para o pc ;)

      Eliminar