quinta-feira, 30 de junho de 2011

Algo deve estar errado... Natal a metade? Venha a Portugal!

Eu sabia que viriam aí medidas de austeridade mas sempre pensei que fossem mais duras.

Agora compreendo o porquê de não terem aprovado o PEC IV, era de facto muitíssimo penoso para os portugueses, um corte de 50% no subsídio de Natal alivia imenso os bolsos das famílias, literalmente pois ficam mais leves. Obrigado Pedro Passos Coelho tu és fixe!
Agora só podem escolher duas.

12 comentários:

  1. Vamos lançar uma campanha de boicote às não compras de Natal e sai-lhes o tiro pela culatra. O roubo do subsídio de Natal, não chegava para cobrir o rombo no IVA.
    Eu estou disposto a fazer boicote às compras de Natal.

    ResponderEliminar
  2. "boicote às compras de Natal"... engani-me lol

    ResponderEliminar
  3. É por estas e por outras que cada vez mais me agarro à ideia de fugir aos impostos. Cambada de chulos.

    ResponderEliminar
  4. Este nata parece que as prendas vão ser todas beijinhos e abraços e já é muito bom!

    ResponderEliminar
  5. o corte não é 50% do subsidio, mas sim 50% sobre o valor acima do ordenado mínimo.

    Ou seja, se ganhar 1000€ de subsídio terem um corte de +\- 250 €.

    ResponderEliminar
  6. Vamos Fresco e Fofo, essa é uma bela ideia.
    E vamos também fazer com que as pessoas que trabalham no comércio sejam despedidas com a causa de extinção do posto de trabalho. E se conseguirmos uma adesão em massa com um bocadinho de sorte engordamos o número de desempregados para um tamanho tal que todos os outros serviços acabam por ruir. É que um desempregado por norma é mais poupadinho e assim, atrás de um, vem outro.
    E outro.
    E outro.
    E...outro.

    Se fizermos isto bem feito sou rapaz para apostar que Portugal não chega ao natal de 2012 :)

    ResponderEliminar
  7. Mas alguém acreditava que este anormal iria salvar o país sem mais sacrifícios? E ainda não entrou (pelo menos que eu saiba) na onda do: "Não podemos fazer nada! Isto é obra do anterior governo!"

    ResponderEliminar
  8. E não se arranjam por aí uns pais natais de tanga, daqueles todos musculados? Não me importo nada de só escolher dois também:))))

    ResponderEliminar
  9. O mais giro são os jornalistas a perguntarem às pessoas se esse dinheiro, que vai ser retirado, irá fazer falta.
    Incrível a resposta ser sempre a mesma «sim, muita falta».

    ResponderEliminar
  10. Fresco e Fofo: Muita gente vai boicotar as compras de Natal involuntariamente.

    Dexter: Ainda bem que de depois disto a Moddy's já não nos acha lixo... espera... acha na mesma.

    Catarina A.: É mais fofinho.

    DC: Desculpa a imprecisão mas certamente concordarás que mesmo nesse cenário um homem ou mulher que ganhe 1000€ e seja o único que trabalhe no seu agregado familiar perde cerca de 1/4 dos rendimentos que eventualmente teria e isso é muito.

    Sr. Geninho: Todos os que votaram nele e não enriqueceram graças a isso. Garantidamente esta gente votou nele a pensar que teria melhores resultados, eu não o fiz porque esperava políticas destas, semelhantes às do PS senão forem mesmo um pouco piores, não há ideias!

    Louco: Por detrás dessa ironia toda vem uma mensagem importantíssima, empobrecer o país não é solução, de maneira nenhuma, só provocará mais maleitas.

    Estudante: Com qual é que ficas?

    Matilde: Eu sou heterossexual, nasci assim, podes não aceitar mas ao menos respeita, no meu blog prefiro postar as moças!

    b: Exacto daqui a pouco põe-lhes um saco na cabeça e perguntam se o ar faz falta.

    ResponderEliminar